sábado, 16 de novembro de 2019

Hackers exigem US$ 5 milhões em Bitcoins da petrolífera mexicana

Hackers exigem US$ 5 milhões em Bitcoins da petrolífera mexicana
Hackers exigem US$ 5 milhões em Bitcoins da petrolífera mexicana
A Pemex, maior petrolífera do Méxixo detectou em 10 de novembro, um ataque cibernético que forçou a empresa a desligar computadores em todo o México, congelando os sistemas de pagamento. Os hackers infectaram servidores da empresa com um ransomware. Conforme relatado pela Reuters.

Os hackers exigiram quase US$ 5 milhões em Bitcoins, o ataque por sua vez arruinou parte dos sistemas da empresa. Trata-se de um tipo relativamente novo de ransomware, que a empresa de segurança cibernética CrowdStrike cita como responsável pelos ataques contra o Ministério da Agricultura chileno e a cidade de Edcouch, no Texas, EUA.

Uma nota de resgate se referia a um site da darknet afiliado ao “DoppelPaymer”. O site exigia 565 BTC, quase US$ 5 milhões na cotação atual, dando à companhia de petróleo 48 horas para efetuar o pagamento e indicando um endereço de e-mail para fazer contato. Ao escrever no e-mail, os supostos hackers responderam, dizendo que a empresa havia perdido o prazo por um “preço especial”, referindo-se aos descontos oferecidos às vítimas de ransomware por efetuarem pagamentos antecipados.

Após o ataque, a Pemex teve que se comunicar com as suas equipes de trabalho por meio do serviço do WhatsApp, porque os funcionários não podiam abrir seus e-mails, acrescentou outra fonte a Reuters, que também não estava autorizada a falar com jornalistas.




> Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação
> Fundada em 13 de Outubro de 2011
> E-mail: comunidadebsi@gmail.com
> Cel: +55 92 99329-7545
> Local: Manaus, Amazonas, Brasil.

> Cláudio Florenzano, Diretor Executivo.
> E-mail: c.luciano20@gmail.com
> Facebook:

‍



Geeks Online: