segunda-feira, 5 de novembro de 2018

9 dicas para alavancar sua carreira em cibersegurança

9 dicas para alavancar sua carreira em cibersegurança
9 dicas para alavancar sua carreira em cibersegurança
O momento nunca foi tão oportuno para quem deseja investir na carreira voltada à segurança da informação. Trata-se de uma das áreas que mais crescem e se destacam no ambiente corporativo, com alguns dos melhores salários do setor de tecnologia e vagas surgindo em profusão. Mas, afinal, o que é necessário para aproveitar esse cenário e se consolidar como um profissional de cibersegurança de sucesso?

A resposta para essa pergunta, evidentemente, varia de caso a caso. É possível dizer, no entanto, que alguns pontos são assumidamente essenciais para os candidatos que estão de olho nas melhores vagas e remunerações. Neste contexto, por exemplo, podemos destacar nove dicas fundamentais para alavancar a carreira dos profissionais de cibersegurança. São elas:

Seja um verdadeiro especialista em segurança digital

Em um cenário onde as ameaças se transformam a cada dia, a melhor maneira que profissionais de cibersegurança têm para atrair a atenção das empresas é mostrando como seu conhecimento pode ser útil para manter uma operação longe de qualquer perigo digital.

Por isso, o primeiro passo para aqueles que desejam construir uma trajetória sólida nesse segmento é buscar especialização no setor de segurança, conhecendo profundamente as soluções e técnicas necessárias para evitar possíveis problemas e ataques de maneira eficiente. Pesquise recursos e diferentes tipos de ameaças de forma contínua.

Lembre-se de que a concorrência será cada vez maior e estar um passo à frente do mercado é fundamental.

Garanta que seus empregadores estejam confiantes em relação ao seu know-how quando se trata de potenciais ameaças que suas organizações podem enfrentar.

Desenvolva suas habilidades de comunicação

Além de conhecer bem o assunto, a habilidade de se comunicar claramente e com propriedade é um ativo em qualquer trabalho, e se tornou especialmente importante na área de cibersegurança. A razão é simples: os profissionais precisam ser capazes de entender as demandas técnicas mais específicas e, ao mesmo tempo, saber ouvir e explicar o que está acontecendo para os públicos internos da empresa (incluindo usuários sem conhecimento em TI).

Durante uma entrevista de emprego procure, portanto, mostrar sua atenção às questões de comunicação oral e escrita. Isso será um diferencial importante.

Conheça as demandas do mercado

Segundo pesquisas do (ISC)², 70% das empresas ao redor do mundo pretendem contratar profissionais dedicados à proteção de dados. Entretanto, saiba que apenas conhecer sobre segurança não será o suficiente para garantir uma boa vaga. Será preciso entender que cada segmento e vertical tem suas próprias demandas e processos a resolver.

Sendo assim, conhecer bem o dia a dia do negócio a ser trabalhado ajudará o especialista em Segurança da Informação a ganhar destaque diante das organizações. Afinal, em um cenário mais integrado, não basta saber dos assuntos técnicos: é preciso entender como a segurança pode ajudar a otimizar os resultados.

Seja capaz de colocar a mão na massa

O avanço de tecnologias e conceitos como a Nuvem e a Internet das Coisas (IoT) tem feito com que a utilização dos dados se torne um processo cada vez mais integrado e complexo nas organizações. Como consequência, hoje, é esperado que o profissional de Tecnologia e Segurança da Informação esteja atento às novidades como um todo, e não apenas aos lançamentos específicos do setor de proteção.

Para tanto, além de conhecer as novidades na teoria, o profissional também deve estar preparado para pôr a mão na massa e implementar as alterações, ajustes e instalações necessárias para garantir a segurança dos dados e dos acessos.

Olhe além dos números e ferramentas

Os empregadores estão à procura de candidatos completos para formar seus times. Isso quer dizer que além de conhecimento técnico, as empresas esperam contar com pessoas que contribuam para resolver os desafios do dia a dia, agregando capacidade analítica, visão estratégica dos negócios e bom relacionamento interpessoal.

Em outras palavras, os profissionais de TI que atuam na área de segurança precisam estar aptos a entender as demandas da operação como um todo, apontando onde e como é possível aprimorar a proteção e a gestão dos dados da organização.

Promova suas certificações

Os diplomas demonstram a proficiência e o esforço realizado pelo profissional em busca de conhecimento. E, de fato, contar com certificações de relevância é indispensável para enriquecer sua carreira em cibersegurança. Em contrapartida, mais do que tê-los, é preciso promovê-los de forma assertiva.

Afinal, com tantos profissionais à disposição, é natural que os empregadores valorizem os candidatos que demonstrem suas habilidades e destaquem a ideia de aprendizagem contínua.

Escolha uma área para se especializar

O risco de um ataque virtual é uma preocupação constante. O que não quer dizer, entretanto, que todas as organizações estejam sujeitas ao mesmo tipo de ameaça. Os cibercriminosos contam com alvos diversificados, com armadilhas diferentes para cada mercado.

Nesse horizonte, é indicado que o profissional de TI voltado à segurança da informação se especialize em uma vertical ou indústria, mantendo-se alerta para as regulações e perigos que envolvem o segmento de atuação de sua organização.

Continue a investir no seu desenvolvimento

O mercado de cibersegurança é um campo de rápidas transformações, seja em relação às ameaças que se multiplicam ou pela crescente utilização dos dados por parte das empresas. O fato é que as demandas do setor mudam de forma constante. Por isso, a dica mais valiosa para um profissional de segurança da informação é manter a jornada de aprendizagem contínua.

Buscar novas informações e referências é um compromisso que os especialistas e técnicos não podem ignorar se quiserem destaque nesse setor. Isso pode ser feito, por exemplo, a partir de seminários, webinars e outros eventos de formação que ajudam a alimentar a base de conhecimento do profissional e das equipes de segurança.

Conecte-se com bons profissionais e empresas

Cultivar relacionamentos com outros profissionais na sua área é uma boa prática. É possível obter conselhos valiosos sobre busca por oportunidades de trabalho e compartilhar suas experiências com outros. Adquira o hábito de acompanhar de perto o trabalho de profissionais e empresas que se destacam como referência para o setor.

Aprenda novas tendências sobre carreiras e quais habilidades empregadores esperam de um candidato. Ao desenvolver esse networking, será possível conhecer e compartilhar experiências para o desenvolvimento de novas e mais profundas técnicas de proteção às informações.

Gina Van Dijk é diretora Regional do (ISC)² América Latina




> Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação
> Fundada em 13 de Outubro de 2011
> E-mail: comunidadebsi@gmail.com
> Cel: +55 92 99329-7545
> Local: Manaus, Amazonas, Brasil.

> Cláudio Florenzano, Diretor Executivo.
> E-mail: c.luciano20@gmail.com
> Facebook:

‍



Geeks Online: