sábado, 16 de abril de 2016

Startups de BH estão contratando (muito); veja onde estão as vagas.

Startups de BH estão contratando (muito); veja onde estão as vagas.
Startups de BH estão contratando (muito); veja onde estão as vagas.
Enquanto o mercado de trabalho vai de mal a pior, diante do aprofundamento da recessão econômica, as startups brasileiras multiplicam o quadro de funcionários, aumentam o número de clientes e atraem o interesse de investidores no atual cenário econômico. Empresas da comunidade do San Pedro Valley – ecossistema de startups de Belo Horizonte, pretendem contratar mais de 220 pessoas até o fim do ano. Além disso, o número de aportes financeiros vêm impulsionando cada vez mais o desempenho de iniciantes promissoras – em 2015 os anjos investiram R$ 784 milhões em startups brasileiras, 14% a mais do que no ano anterior.

Programas de aceleração públicos, aumento do interesse de grandes investidores em relação a negócios inovadores e a tendência de grandes companhias, como Coca-Cola, Itaú e Bradesco, de se aproximar das startups com planos de incentivo mostram o aquecimento da área. Guilherme Junqueira, fundador da Gama Academy, escola que seleciona e capacita talentos para trabalhar em startups, reforça que existem mais de 200 vagas em aberto no ecossistema de Belo Horizonte. “É um mercado que cresce cerca de 30% ao ano, na contramão da crise”, disse.

A geração de empregos com salários compatíveis com os de grandes corporações acompanha essa tendência. O cofundador e CEO da Hotmart, João Pedro Resende, ressalta que a média de remuneração das startups já consolidadas está acima da praticada por empresas tradicionais. “Nossa estratégia é muito baseada em ter profissionais fora da curva e otimizar velocidade e qualidade em vez de custo”, resume.

Com cinco anos de atuação, a empresa é líder na distribuição de produtos digitais da América Latina e triplicou sua equipe no ano passado, saltou de 35 para 107 funcionários. “Estamos na contramão da crise econômica. Uma das nossas metas é dobrar o tamanho da equipe, fechando o ano com mais de 200 funcionários”, afirma Bruna Costa, gerente do setor de Talentos.

Expansão A Sympla, plataforma para venda e gestão de ingressos e inscrições para eventos, está com 21 vagas abertas na capital mineira. Outra startup em crescimento é a Rock Content, especializada em marketing de conteúdo. “Nossa expectativa é contratar mais de 80 funcionários e fechar o ano com 2 mil clientes. Para o ano que vem, pretendemos expandir para outros países da América Latina”, afirma Edmar Ferreira, CEO da Rock Content. A Sympla ainda tem vagas abertas para as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo e vai expandir mais três capitais ainda em 2016.“A nossa meta é duplicar a equipe este ano, mantendo um time ‘A’", afirma o cofundador e CEO Rodrigo Cartacho.

Para Rafael Ribeiro, gerente-executivo de Associação Brasileira de Startups (ABStartups), o crescimento está ligado ao amadurecimento dessas empresas nos últimos cinco anos. Em 2011, o número de startups brasileiras em operação era de 170. Atualmente, chega a 4,1 mil, 357 em Minas Gerais, que é o segundo maior estado em número de startups. “O diferencial está no poder das startups de se reinventar e de quebrar a burocracia, tomando decisões mais ágeis, para desespero das grandes indústrias, que em vez de contratarem, estão demitindo”, diz o executivo.

Recrutamento de talentos

Belo Horizonte vai sediar em maio um processo seletivo de trainees para trabalhar nas principais startups de Minas e do país. Serão 100 candidatos selecionados para participar de um treinamento imersivo de quatro semanas, e os melhores talentos serão encaminhados para entrevistas nas startups parceiras do programa.

As inscrições são gratuitas e o público-alvo são universitários e recém-formados de qualquer curso superior. Participam do programa startups como Sympla, Rock Content, Samba Tech, AppProva, entre outras, que irão contratar os melhores candidatos treinados durante o bootcamp.

Além de Belo Horizonte, estão no cronograma cursos em São Paulo e Curitiba a partir de julho.

"BH tem um ótimo histórico na formação de bons profissionais técnicos, sendo a única cidade do Brasil que sedia um escritório de engenharia do Google", disse Guilherme Junqueira, fundador da Gama Academy, escola responsável pelo programa. Ele ressalta a importância da busca por bons profissionais. "Infelizmente, há um grande déficit na formação de profissionais para atuarem e darem continuidade ao crescimento das startups. Hoje, existe uma verdadeira guerra na busca por talentos”, comenta Junqueira.

Serviço

GAMA BOOTCAMP | BELO HORIZONTE

Inscrições: de 4 a 25 de abril
Selecionados: 30 de abril
Treinamento: de 5 a
28 de maio
Informações e inscrições: www.gama.academy





> Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação
> Fundada em 13 de Outubro de 2011
> E-mail: comunidadebsi@gmail.com
> Cel: +55 92 99329-7545
> Local: Manaus, Amazonas, Brasil.

> Cláudio Florenzano, Diretor Executivo.
> E-mail: c.luciano20@gmail.com

‍



Geeks Online: