terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Crackers atacaram 24 milhões de vezes os sistemas dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Crackers atacaram 24 milhões de vezes as tecnologias na Rio 2016, aponta balanço final.
Crackers atacaram 24 milhões de vezes as tecnologias na Rio 2016, aponta balanço final.
O diretor do centro de operações de tecnologia do Comitê Olímpico da Rio 2016, Marcelo Souza, realizou um balanço dos resultados relacionados à segurança digital dos Jogos, o executivo revelou o seguinte.

Toda a equipe dessa área contava com 400 profissionais (além de 1.600 voluntários), de 25 nacionalidades. Eles ficaram responsáveis por realizar a manutenção e monitorar o funcionamento de tecnologias que iam do sensor que identificava o segundo no qual um nadador tocava na margem da piscina (para, assim, definir quem ganhou uma prova), a sistemas de segurança que protegiam a página oficial dos Jogos, forneciam eletricidade para as arenas etc. Só no site da Olimpíada, registrou-se 83 milhões de usuários únicos em 20 dias, contabilizando uma circulação acima de 2 petabytes de dados. Apenas de transmissões de disputas via streaming (em suma, vídeos na internet), somaram-se 7 bilhões de acessos.

Durante o evento, foram emitidos 45 milhões de alertas de segurança – perigos de menor escala, como quando alguém acessava o site dos Jogos por meio de um computador infectado com um vírus. Mas, mais preocupante, detectaram-se 24 milhões de ataques, que é quando um cracker tenta tomar de assalto um desses sistemas, por razões diversas – novamente, do site até os sensores que monitoravam os rendimentos de atletas. Dentre esses, incluem-se suspeitas de terrorismo. Como também de hackers “brincalhões” que queriam somente derrubar o sistema por “zoeira”.

“Felizmente, conseguimos bloquear todas essas agressões virtuais, que poderiam vir a prejudicar a Olimpíada no Rio”, garantiu Souza, em entrevista à repórter Talissa Monteiro. “Os ataque vinham de várias origens, de vários países, de dispositivos de todas as sortes”, complementou. Fonte: A Origem dos Bytes.




> Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação
> Fundada em 13 de Outubro de 2011
> E-mail: comunidadebsi@gmail.com
> Cel: +55 92 99329-7545
> Local: Manaus, Amazonas, Brasil.

> Cláudio Florenzano, Diretor Executivo.
> E-mail: c.luciano20@gmail.com
> Facebook:

‍



Geeks Online: