terça-feira, 15 de novembro de 2016

Programa Hacker Aprendiz oferece 500 vagas para sua primeira turma.

Programa Hacker Aprendiz oferece 500 vagas para sua primeira turma.
Programa Hacker Aprendiz oferece 500 vagas para sua primeira turma.
O Ministério do Trabalho, em parceria com o Porto Digital – Parque Tecnológico de Recife, lança o programa Hacker Aprendiz Recife. Trata-se da primeira turma do projeto de aprendizagem voltado para a área da tecnologia da informação. O objetivo é investir na formação de jovens aprendizes, oferecendo oportunidade de qualificação profissional, conhecimento e domínio da tecnologia, com foco no mundo digital.

Para concorrer a uma vaga – o Hacker Aprendiz Recife terá 500 vagas para a primeira turma, com previsão de início das aulas no dia 5 de dezembro de 2016. As inscrições devem ser feitas nos dias 16 e 17 de novembro, pela internet (ver link no final da matéria). Quem quiser participar do programa deve ter entre 15 e 23 anos, estar cursando o ensino médio ou tê-lo concluído, ter afinidade com matemática e raciocínio lógico e apresentar RG, CPF, comprovante de residência e de escolaridade (conclusão ou frequência escolar).

Os jovens que forem inscritos dentro do número de vagas deverão comparecer nos dias 22 e 23 de novembro de 2016 em um posto do Sine, das 8h às 12h, para entrega e conferência dos documentos. Quem não comparecer ou não entregar a documentação nessas datas será automaticamente desclassificado, e a vaga será destinada ao cadastro de reserva.

O programa terá duração de 8 a 10 meses, com aulas teóricas uma vez por semana e aulas práticas, quatro vezes por semana, nas empresas parceiras. A carga horária será de 4 horas por dia. O programa conta com as instituições qualificadoras: Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e Instituto Federal de Pernambuco (IFPE). Na hora da inscrição, o candidato poderá indicar a sua preferência para o local das aulas (IFPE ou UFRPE).

Confira mais informações no Regulamento do Hacker Aprendiz (clique aqui). 

Lei da Aprendizagem - A Aprendizagem Profissional já existe no Brasil há 16 anos. Foi instituída em 2000, embora tenha sido regulamentada somente cinco anos mais tarde. Está prevista na CLT, na Lei nº. 10.097/2000 e regulamentada pelo Decreto nº. 5.598/2005. Estabelece que todas as empresas de médio e grande porte estão obrigadas a contratar, como aprendizes, adolescentes e jovens entre 14 e 24 anos e pessoas com deficiência sem limite máximo de idade. No período da aprendizagem, os jovens trabalham com a carteira assinada e recebem remuneração com base no salário mínimo.





> Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação
> Fundada em 13 de Outubro de 2011
> E-mail: comunidadebsi@gmail.com
> Cel: +55 92 99329-7545
> Local: Manaus, Amazonas, Brasil.

> Cláudio Florenzano, Diretor Executivo.
> E-mail: c.luciano20@gmail.com
> Facebook: