terça-feira, 31 de julho de 2018

John McAfee oferece US$100 mil para quem hackear sua carteira de Bitcoin

John McAfee oferece US$100 mil para quem hackear sua carteira de Bitcoin
John McAfee oferece US$100 mil para quem hackear sua carteira de Bitcoin
John McAfee atacou novamente. O gênio da cibersegurança é também um dos personagens mais excêntricos do universo das criptomoedas. Entre as polêmicas que envolvem o empresário, McAfee já prometeu até comer seu próprio pênis se o preço do Bitcoin não chegar a US$1 milhão até 2020, e tem muita gente que não duvida que ele possa cumprir sua promessa.

Recentemente, McAfee fez uma aposta menos “dolorosa” e anunciou, por meio de sua conta oficial no Twitter, que vai pagar US$100 mil para qualquer pessoa que conseguir hackear sua carteira de criptomoedas na Bitfi, um serviço online de armazenamento similar a tantos outros disponíveis no mercado.

Segundo ele, o serviço da Bitfi é impossível de ser hackeado, uma afirmação um tanto quanto curiosa vindo de um especialista em cibersegurança.

“PARA TODOS OS ‘ANTI’ QUE AFIRMAM QUE ‘TUDO É HACKEÁVEL’ E QUE NÃO ACREDITAM QUE A MINHA CARTEIRA BITFI SEJA VERDADEIRAMENTE O PRIMEIRO DISPOSITIVO IMPOSSÍVEL DE SER HACKEADO NO MUNDO, UMA RECOMPENSA DE US$100 MIL SERÁ ATRIBUÍDA À QUALQUER PESSOA QUE CONSIGA FAZER ISSO”, ESCREVEU MCAFEE NO TWITTER.

No entanto, a carteira não contém os US$100 mil anunciados como recompensa, conforme informa a Bitfi, e sim apenas US$50 estão disponíveis no endereço associado à wallet do serviço. O restante do valor será pago quando os hackers provarem que estão com a posse dos fundos. A Bitfi afirma também que a proposta não é fortalecer a segurança da carteira por meio da identificação de brechas de acesso, mas mostrar que o serviço é absolutamente à prova de hackers.

“ACREDITAMOS EM OFERECER UMA RECOMPENSA EM UM ESFORÇO PARA RESOLVER QUAISQUER POSSÍVEIS PREOCUPAÇÕES SOBRE A SEGURANÇA DA CARTEIRA BITFI. ESTE PROGRAMA DE RECOMPENSAS NÃO TEM A INTENÇÃO DE AJUDAR A BITFI A IDENTIFICAR VULNERABILIDADES DE SEGURANÇA, AFINAL JÁ AFIRMAMOS QUE NOSSA SEGURANÇA É ABSOLUTA E QUE A CARTEIRA NÃO PODE SER HACKEADA OU INVADIDA POR ATAQUES EXTERNOS. PELO CONTRÁRIO, ESTE PROGRAMA DESTINA-SE A DEMONSTRAR A QUALQUER UM QUE AFIRME OU ACREDITE QUE TUDO É HACKEÁVEL OU QUE POSSA INVADIR A CARTEIRA DO BITFI, QUE TAIS TENTATIVAS SÃO FÚTEIS E QUE AS DECLARAÇÕES ANUNCIADAS SOBRE A CARTEIRA DO BITFI SÃO PRECISAS”, AFIRMOU A EMPRESA.

Uma ação de marketing ousada que pode, caso algum hacker consiga tomar posse dos fundos, dizimar a credibilidade da empresa e tornar a startup motivo de piadas na rede. No entanto, até lá, possivelmente muito dinheiro será arrecadado uma vez que o serviço da Bitfi, que além de uma carteira web também oferece hard wallets e paper wallets, não é gratuito e para usar o serviço de armazenamento da empresa é necessário pagar cerca de US$120.




> Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação
> Fundada em 13 de Outubro de 2011
> E-mail: comunidadebsi@gmail.com
> Cel: +55 92 99329-7545
> Local: Manaus, Amazonas, Brasil.

> Cláudio Florenzano, Diretor Executivo.
> E-mail: c.luciano20@gmail.com
> Facebook:

‍



Geeks Online: