terça-feira, 31 de julho de 2018

Detentos dos EUA hackearam sistema e roubaram um total de US$ 225 mil

Detentos dos EUA hackearam sistema e roubaram um total de US$ 225 mil
Detentos dos EUA hackearam sistema e roubaram um total de US$ 225 mil
Se você acha que é apenas no Brasil que as pessoas conseguem aplicar golpes mesmo da prisão, você está muito enganado. Detentos de cinco prisões diferentes do estado de Idaho nos Estados Unidos conseguiram roubar o equivalente a US$ 225 mil. Eles fizeram isso hackeando o sistema do JPay, um serviço privado utilizado para comunicação e transferência de dinheiro no sistema prisional americano.

De acordo com a Associated Press, o Departamento de Correção do estado registrou 364 movimentações em contas do JPay. Contudo, embora tenha havido esta modificação, o órgão disse que o dinheiro do contribuinte não foi usado na movimentação.

Os prisioneiro têm um tablet com que eles conseguem usar para comprar músicas, jogos, livros, mensagens e e-mais para os quais vão ganhando créditos durante o tempo de trabalho na cadeia. Algumas pessoas, inclusive, podem comprar um tablet deste mesmo fora da prisão para conversar com presidiários.

Com o sistema hackeado, os detentos começaram a trocar informações sobre a vulnerabilidade. Um deles chegou a transferir US$ 10 mil para a sua própria conta do aparelho, sendo que outros 50 receberam US$ 1 mil. Para conter esta onda, a empresa bloqueou o sistema de todos os usuários de baixar músicas e comprar jogos e livros até que devolvesse todo o montante. Com isso, ela já recuperou o equivalente a US$ 65 mil em créditos na plataforma.

Os presidiários que participaram do roubo de créditos foram advertidos e podem perder privilégios ou serem colocados em áreas de maior risco.




> Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação
> Fundada em 13 de Outubro de 2011
> E-mail: comunidadebsi@gmail.com
> Cel: +55 92 99329-7545
> Local: Manaus, Amazonas, Brasil.

> Cláudio Florenzano, Diretor Executivo.
> E-mail: c.luciano20@gmail.com
> Facebook:

‍



Geeks Online: