quarta-feira, 21 de março de 2018

Hackers clonam WhatsApp de políticos no MS e pedem 'doações'

Hackers clonam WhatsApp de políticos no MS e pedem 'doações'
Hackers clonam WhatsApp de políticos no MS e pedem 'doações'
Há uma onda de clonagem de celulares de políticos de Mato Grosso do Sul? É o que indicam algumas postagens oficiais. Nesta terça-feira (20), o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), afirmou em suas redes sociais que teve o celular clonado por hackers. Segundo o chefe do Executivo Municipal, os golpistas também pediram doações em dinheiro utilizando o número de telefone do prefeito em grupos de WhatsApp.

"Pessoal, quero deixar aqui um alerta! Fui vítima de uma clonagem no WhatsApp e está circulando uma falsa mensagem, utilizando minha conta no aplicativo, solicitando depósitos bancários. Por favor, fiquem atentos e desconsiderem essas falsas mensagens. Já estamos tomando as medidas legais para identificar os responsáveis", traz o comunicado.

Também nesta semana, o deputado federal Geraldo Resende (PSDB) anunciou nas redes sociais que foi vítima de ataques de hackers, que teriam clonado sua conta no WhatsApp e disparado falsas mensagens com pedidos de doações em dinheiro.

"Atenção, pessoal!!! O deputado federal Geraldo Resende comunica aos integrantes deste grupo que teve o seu número de telefone celular clonado durante o dia de hoje. Usando esse expediente, alguém está usado a conta do parlamentar no Whatsapp para solicitar empréstimo. O deputado alerta para o fato de que nem ele, e nem ninguém de sua equipe está solicitando “socorro” financeiro para qualquer pessoa por meio deste aplicativo ou contato telefônico. O parlamentar disse que já está tomando as medidas cabíveis junto à operadora Vivo e à polícia", traz uma comunicação oficial do parlamentar.

Não é a primeira vez que políticos de MS são supostamente vítimas de ataques virtuais e de golpes. No último dia 16, o Ministro da Secretaria do Governo, Carlos Marun (MDB) afirmou que teve o celular clonado e que alvo de ataque de hackers - os invasores teriam pedido dinheiro em seu nome. Em maio de 2017, Marun também havia sido vítima do golpe: na época, segundo o jornal Folha de S. Paulo, um hacker teria se apropriado do número de celular do então deputado e teria pedido auxílio financeiro a colegas parlamentares.




> Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação
> Fundada em 13 de Outubro de 2011
> E-mail: comunidadebsi@gmail.com
> Cel: +55 92 99329-7545
> Local: Manaus, Amazonas, Brasil.

> Cláudio Florenzano, Diretor Executivo.
> E-mail: c.luciano20@gmail.com
> Facebook:

‍



Geeks Online: