domingo, 4 de fevereiro de 2018

Rússia: ciberataques pretendem provocar revoltas e desastres ambientais

Rússia: ciberataques pretendem provocar revoltas e desastres ambientais
Rússia: ciberataques pretendem provocar revoltas e desastres ambientais
O Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) descobriu que os autores de ataques cibernéticos tentam acessar a partir “de certos portais de internet corporativos e estatais as instalações de infraestrutura de importância crítica” para tentar provocar “desastres tecnológicos, desastres ecológicos e distúrbios sociais”.

Ivan Minayev, colaborador do FSB, apresentou um relatório sobre o assunto durante a conferência Infoforum 2018, um evento dedicado à segurança da informação, realizado na quinta-feira (1), em Moscou.

Os cibercriminosos “não são lobos solitários românticos, mas grupos organizados com um conjunto de ferramentas tecnológicas muito modernas, cadeias de produção bem gerenciadas e canais para vender seus serviços”, alertou o especialista aos jornalistas.

Minayev confirmou que o funcionamento estável das tecnologias de informação é uma prioridade para o Estado e indicou que o elo mais vulnerável a esses ataques sempre será a “infra-estrutura de telecomunicações compartilhada” por provedores de diferentes serviços de telefonia e Internet.

Para evitar problemas, é necessário desenvolver um método de proteção, que inclua um sistema estatal de alerta, que funcione de forma semelhante à forma como os feromônios atuam nos animais.




> Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação
> Fundada em 13 de Outubro de 2011
> E-mail: comunidadebsi@gmail.com
> Cel: +55 92 99329-7545
> Local: Manaus, Amazonas, Brasil.

> Cláudio Florenzano, Diretor Executivo.
> E-mail: c.luciano20@gmail.com
> Facebook:

‍



Geeks Online: