sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Investimento em Ciência e Tecnologia caiu de R$ 8,4 bilhões para R$ 2,7 bilhões.

Investimento em Ciência e Tecnologia caiu de R$ 8,4 bilhões para R$ 2,7 bilhões.
Investimento em Ciência e Tecnologia caiu de R$ 8,4 bilhões para R$ 2,7 bilhões.
A queda no orçamento público para Ciência e Tecnologia neste ano e no próximo praticamente inviabiliza as pesquisas em andamento no país.

Este é o diagnóstico dos pesquisadores brasileiros que estiveram na Câmara dos Deputados na terça-feira (10) para entregar um abaixo-assinado ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, contra os cortes. O documento da campanha “Conhecimento sem Cortes” reuniu mais de 80 mil assinaturas.

A crise política e financeira ocasionada com o golpe parlamentar retirou os recursos da Ciência e Tecnologia. A comunidade científica afirma que o orçamento de investimentos do setor passou de R$ 8,4 bilhões em 2014 para R$ 3,2 bilhões este ano. Para 2018, o programado é ainda menor, de R$ 2,7 bilhões.

Em audiência pública na Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara, Ildeu Moreira, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), lembrou que 23 ganhadores do prêmio Nobel enviaram uma carta ao presidente Michel Temer em setembro, alertando que os cortes podem comprometer o futuro do Brasil.

“Reconhecer a importância da ciência brasileira, assinar uma carta, o que não é comum. Assinar uma carta ao presidente da República de um país, dizendo da importância da ciência brasileira, que ela tenha continuidade. E, no entanto, nos envergonha que a gente veja que cientistas do exterior, desse alto quilate, tenham mais sensibilidade com a ciência brasileira que nossos governantes”, afirmou o presidente da SBPC. (Agência Câmara/Carta Campinas)




> Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação
> Fundada em 13 de Outubro de 2011
> E-mail: comunidadebsi@gmail.com
> Cel: +55 92 99329-7545
> Local: Manaus, Amazonas, Brasil.

> Cláudio Florenzano, Diretor Executivo.
> E-mail: c.luciano20@gmail.com

‍



Geeks Online: