sexta-feira, 12 de maio de 2017

Mega ataque de ransomware derruba sistemas de informação ao redor do mundo.

Mega-ciberataque derruba sistemas de comunicação ao redor do mundo.
Mega-ciberataque derruba sistemas de comunicação ao redor do mundo.
Um mega-ciberataque derrubou sistemas de comunicação de empresas e serviços públicos em diferentes durante a manhã desta sexta-feira (12 de Maio 2017), segundo informou a Folha de S.Paulo.

Na Espanha, a rede interna da Telefónica foi hackeada, e funcionários foram orientados a desligar seus computadores. Relatos de funcionários indicam que também foram afetados os sistemas da seguradora espanhola Mapfre e do banco BBVA.

Nas telas, apareciam mensagens pedindo o pagamento de um resgate em bitcoins equivalente a US$ 300 (R$ 940) para reativar o sistema –o valor subiria com o passar do tempo.

No Reino Unido, ao menos 16 hospitais públicos enfrentaram problemas após um ataque análogo contra seus sistemas de tecnologia. O bloqueio de computadores impediu o acesso a prontuários e provocou o redirecionamento de ambulâncias.

Segundo o portal IT Security News, ao menos 11 países foram afetados nas últimas horas.

MENSAGEM DE RESGATE PEDIDA PELO CIBERCRIMINOSOS.
O ataque é resultado de um vírus ransomware, que exige um resgate para o retorno do funcionamento do sistema operacional, e se espalhou por meio de uma falha do Windows.

Informações preliminares dos ataques registrados na Espanha indicam que se trata de uma ação com origem na China.

Segundo a assessoria de imprensa da Telefônica, as atividades da empresa no Brasil não foram impactadas, mas estão sendo tomadas "medidas preventivas para garantir a operação". A empresa é dona da operadora Vivo.

A assessoria de imprensa do Santander afirmou que não teve suas operações afetadas no Brasil nem em outros países.

Atendimentos cancelados e ambulâncias redirecionadas

"Lamentamos ter que cancelar consultas de rotina, e pedimos ao público para usar outros sistemas do serviço de saúde quando possível. Ambulâncias estão sendo redirecionadas para outros hospitais", disse o representante do hospital de Barts ao "Guardian".

O fundo East and North Herts NHS, que administra quatro hospitais, publicou em seu site uma nota sobre o ataque, citando problemas tanto no sistema de informação quanto no sistema de telefonia. Não há evidências de que os dados de pacientes tenham sido afetados, segundo a "BBC".

Espanha e Portugal

O governo Espanhol emitiu um alerta sobre ataques ligados ao vírus de resgate WannaCryptor, que é possivelmente o mesmo ou semelhante ao que atingiu diversos hospitais britânicos nesta sexta-feira (12). Segundo a agência de notícias Reuters, diversas empresas espanholas, entre elas a Telefônica, foram vítimas do ataque.

A Telefônica já esclareceu que o ataque ficou limitado aos computadores de alguns funcionários e não comprometeu a operação ou a prestação de serviços da empresa. Segundo o Portal G1Em Portugal, segundo o "Diário de Notícias", foram afetados computadores das empresas PT, EDP, Santander e a consultora KPMG.





> Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação
> Fundada em 13 de Outubro de 2011
> E-mail: comunidadebsi@gmail.com
> Cel: +55 92 99329-7545
> Local: Manaus, Amazonas, Brasil.

> Cláudio Florenzano, Diretor Executivo.
> E-mail: c.luciano20@gmail.com
> Facebook:

‍



Geeks Online: