quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Brasileiros ganham medalhas de prata na Olimpíada Internacional de Informática na Rússia.

Brasileiros ganham medalhas de prata na Olimpíada Internacional de Informática na Rússia.
O piauiense Rogério Júnior, 17, ganhou a medalha de prata na Olimpíada Internacional de Informática (International Olympiad in Informatics) que ocorreu em Kazan, na Rússia. O primeiro colocado geral foi o Chinês Ce Jin. Ao todo foram 26 ouros, 51 pratas e 77 bronzes distribuídos na competição.

Nessas olimpíadas os competidores tiveram que solucionar problemas de programação através de algoritmos. “A gente tem que escrever um programa que faça o computador resolver os problemas que eles dão para a gente. Algoritmos, no caso”, explica o medalhista brasileiro.

Nessa mesma competição Rogério Júnior ficou em primeiro lugar da América Latina e Península Ibérica, numa olimpíada que reuniu 308 participantes de 80 países.

Na bagagem, além da medalha, claro, o jovem trouxe a experiência de se preparar e participar de uma competição desse porte. A equipe brasileira que partiu para Kazan era composta de quatro competidores.

A Olimpíada Internacional de Informática é uma competição que está na 28ª edição. A prata - também ganha pelo aluno Lucca Siaudzionis, da escola Farias Brito, de Fortaleza (CE) - é apontada como o maior resultado em todas as participações do Brasil nesse tipo de olimpíada.

UMA COLEÇÃO DE OUROS

Recentemente Rogério Júnior foi ouro na Olimpíada Ibero-americana 2016. O estudante também já ganhou medalha de ouro nas olimpíadas brasileiras de informática, matemática, física, astronomia e robótica.

Ao falar sobre a coleção de ouros ele ri e tasca: "é só estudar direitinho". Explica, porém, que quando chega no final do ensino médio tem que escolher uma matéria e se focar nela. "Se quiser medalha internacional, tem que parar com isso [de competir em várias] e escolher uma. Eu escolhi informática", reforça.

No Ceará, o colégio onde Rogério Júnior estuda atualmente, o Farias Brito, trouxe um peso-pesado do ramo, o preparador da Polônia, Tomasz Idziaszek, para incrementar os conhecimentos da equipe brasileira. "Ele deu uma semana de aula para a gente", recordou.

ESTADOS UNIDOS

Júnior quer seguir carreira em Ciências da Computação e Economia. Indagado se deseja morar no Brasil ou fora do país, citou os Estados Unidos, onde quer fazer seu curso superior.




> Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação
> Fundada em 13 de Outubro de 2011
> E-mail: comunidadebsi@gmail.com
> Cel: +55 92 99329-7545
> Local: Manaus, Amazonas, Brasil.

> Cláudio Florenzano, Diretor Executivo.
> E-mail: c.luciano20@gmail.com

‍



Geeks Online: