Concursos de TI

[Concursos%20de%20TI][bleft]

APOSTILAS

[Download][bsummary]

DICAS

[Dicas%20TI][twocolumns]

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

[Ciência%20e%20Tecnologia][twocolumns]

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

[Segurança%20da%20Informação][bleft]

Em 2017, mercado quer empregar até hacker.

Em 2017, mercado quer empregar até hacker.
Em 2017, mercado quer empregar até hacker.
Quem está pensando na carreira neste ano e ainda tem algumas dúvida sobre a área a ser seguida, pode dar uma olhada na listagem das profissões que estarão em alta neste ano de 2017. Quem atua na área de tecnologia, administração, direito, contabilidade, economia e marketing já tem meio caminho trilhado.

Tem vaga até para hacker, mas para analisar o comportamento dos consumidores. Basta buscar especificidades das áreas de atuação em consonância com a situação econômica e política do País. Com este direcionamento, estudo e trabalho, os profissionais que resolverem atuar terão sucesso garantido neste ano.

Especialistas ressaltam que, além das competências técnicas, a qualidade mais desejada pelas empresas de seus funionários é a capacidade de flexibilidade, ou seja, daquela pessoas que é capaz de exercer diversas atividades e não apenas aquelas para as quais foi contratado.

Profissionais que estarão em alta em 2017

Supervisor de Planejamento e Controle de Produção

O que faz: coordena o processo fabril, desde a entrada de insumos até a distribuição do produto
Salário: entre R$ 6.000 e R$ 9.000
Formação exigida: administração de empresas
Por que está em alta: o profissional é responsável por ajustes que tornam o negócio mais eficiente e lucrativo

Desenvolvedor Mobile

O que faz: cria a programação de novos aplicativos para smartphone
Salário: entre R$ 7.000 e R$ 15 mil
Formação exigida: programação para web e engenharia da computação
Por que estará em alta: empresas vão continuar investindo na criação e na melhoria de seus aplicativos

Office Manager

O que faz: atende as demandas da recepção, cuida dos horários de motoristas e do estoque da copa. Também gerencia contratos terceirizados
Salário: entre R$7.000 e R$10 mil
Formação exigida: administração de empresas e secretariado executivo
Por que estará em alta: o mercado necessitará de profissionais com um papel mais híbrido, que some responsabilidades

Analista Contábil bilíngue (inglês)

O que faz: analisa, classifica e fecha balanços financeiros
Salário: entre R$ 5.000 e R$ 12 mil
Formação exigida: ciências contábeis, economia e administração de empresas
Por que estará em alta: com a evolução da área contábil, profissional será acionado para assessorar gestores na tomada de decisões

Analista de Desenvolvimento Organizacional

O que faz: avalia as competências principais de cada cargo nas empresas e faz planos de carreira
Salário: entre R$ 4.000 e R$ 7mil
Formação exigida: administração de empresas com especialização em Recursos Humanos
Por que estará em alta: start-ups e empresas de pequeno porte vão demandar esse tipo de profissional para fortalecer as equipes.

Diretor de Novos Negócios

O que faz: avalia o mercado e propõe soluções para novos projetos e produtos
Salário: entre R$ 25 mil e R$ 35 mil
Formação exigida: administração com pós em planejamento estratégico
Por que estará em alta: empresas necessitarão de executivos estratégicos para ampliar número de contratos

Growth Hacker (Hacker de crescimento)

O que faz: analisa dados sobre comportamento digital do consumidor e cria novas soluções de marketing
Salário: entre R$ 10 mil e R$ 15 mil
Formação exigida: marketing, design e programação para web
Por que estará em alta: faz a interface com todos os setores da empresa e supre a necessidade de inovação

Gerente de Compliance e Risco

O que faz: implanta normas e auditorias para o gerenciamento de riscos
Salário: entre R$ 18 mil e R$ 25 mil
Formação exigida: direito e administração
Por que estará em alta: evita que os negócios sejam afetados por fatores externos e internos inesperados

Diretor de CSC (Centro de Serviços Compartilhados)

O que faz: coordena, ao mesmo tempo, setores como o administrativo, o contábil, o financeiro e o de TI nas empresas
Salário: entre R$ 28 mil e R$ 40 mil
Formação exigida: administração de empresas
Por que estará em alta: torna o negócio mais competitivo e desburocratiza os processos internos

Gerente de Planejamento Tributário

O que faz: calcula impostos, elabora demonstrações contábeis e faz atualização da legislação fiscal
Salário: entre R$ 16 mil e R$ 22 mil
Formação exigida: direito e ciências contábeis com especializalção em direito empresarial
Por que estará em alta: constroi planos para reduzir a carga tributária das empresas


AUTOR: CLÁUDIO FLORENZANO: É graduado em Gestão da TI e Pós-graduando em Segurança da Informação. Fundador e CEO da Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação. Clique no botão "acompanhar" e siga-me no Facebook:
| Twitter: @claudioluciano | E-mail: c.luciano20@gmail.com

Compartilhe:

Comente com o Facebook: