Concursos de TI

[Concursos%20de%20TI][bleft]

APOSTILAS

[Download][bsummary]

DICAS

[Dicas%20TI][twocolumns]

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

[Ciência%20e%20Tecnologia][twocolumns]

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

[Segurança%20da%20Informação][bleft]

1º passo para aulas de programação em escolas brasileiras está sendo dado em Recife.

1º passo para aulas de programação em escolas brasileiras está sendo dado em Recife.
1º passo para aulas de programação em escolas brasileiras está sendo dado em Recife.
Segundo um estudo recente, realizado por um grupo de alunos do curso de Sistemas da Informação, da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), matérias relacionadas à programação são a principal causa de reprovação e evasão escolar nos cursos de Sistemas da Informação, Ciência e Engenharia da Computação, Licenciatura em Computação e áreas correlatas.

A fim de reverter essa situação, foi lançado o projeto Pernambucoders, que é uma parceria da Secretaria de Educação de Pernambuco, Softex, Universidade Federal Rural de Pernambuco e do Porto Digital junto com o CESAR. A iniciativa vai levar aulas de programação para os alunos do ensino fundamental e médio de algumas escolas do Recife.

O objetivo principal é fazer com que os alunos da rede estadual possam aprender conteúdos de programação desde cedo, melhorando a qualidade dos profissionais da área de TI, bem como o aumentando a quantidade de candidatos aos cursos de computação.

Os monitores do projeto serão alunos dos cursos de Bacharelado em Sistemas da Informação, Licenciatura em Computação e Bacharelado em Ciência da Computação da UFRPE, que foram treinados para esse fim.

O método de ensino utilizado será uma rede mundial de clubes de programação para crianças, que fará com que elas despertem o interesse para a área, estimulará o raciocínio lógico, concentração, criatividade, capacidade de resolução de problemas, comunicação e trabalho em equipe, além de aumentar o desempenho nas matérias do ensino regular.

Ao final do projeto, que terá duração de dois anos, uma estratégia será proposta para que a Secretaria de Educação do Estado absorva a iniciativa e ela seja introduzida de maneira definitiva na rede pública de ensino.

Além disso, na sede do Movimento Pró-Criança, entidade sem fins lucrativos ligada à Arquidiocese de Olinda e Recife, a coordenação pedagógica e a equipe do voluntariado estão criando um site simples, usando HTML5, CSS3, Bootstrap e JavaScript para que os adolescentes tenham um primeiro contato com linguagens computacionais.

A meta é que essas iniciativas ganhem força, e mais investimentos, não só no estado de Pernambuco, mas em todo o Brasil, como acontece em outros países que já implantaram a disciplina de programação, como Inglaterra e Estados Unidos.

AUTOR: CLÁUDIO FLORENZANO, Gestor de TI e Especialista em Cibersegurança. Fundador da Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação | E-mail: c.luciano20@gmail.com

▽ SIGA-ME EM MEU FACEBOOK ▽





Comente com o Facebook: