sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Apenas 20% das mulheres no Brasil fazem parte do mercado de TI.

Apenas 20% das mulheres no Brasil fazem parte do mercado de TI.
Apenas 20% das mulheres no Brasil fazem parte do mercado de TI.
A forma como nos comunicamos passou por diversas mudanças e, hoje, a tecnologia é a principal porta de comunicação que utilizamos. A tecnologia substituiu tarefas simples como fazer compras, pedir comida, pagar contas, ou até mesmo pedir carona. Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação, a tecnologia emprega, hoje, 1,3 milhão de pessoas.

O papel da mulher não é mais inferior ao do homem. A área de Tecnologia da Informação (TI) cada vez mais possui mulheres tomando grandes decisões e buscando por igualdades de gênero. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio apenas 20% das mulheres atuam no mercado de TI.

Além do público ser restrito, ainda há diferenças em salários entre homens e mulheres. Vinte e cinco porcento das vagas do setor e ganham 10 mil dólares a menos que eles ocupando os mesmos cargos. De acordo com  um censo realizado pelo governo americano em 2014.

Participação de homens e mulheres no mercado de TI em 2002:

Mulheres: 32%

Homens: 63%

A gestora Ingrid Manfrin já atua na aérea de TI há 5 anos e diz que ainda existe preconceito em relação as mulheres. Ela diz que as pessoas não estão acostumadas a verem o público feminino mexendo em softwares e atuando como gestora em projetos. Que isso dá uma posição de destaque para a mulher, e muitos dos homens veem como uma forma de perder a posição na empresa.  ‘’Acredito que ainda exista machismo por parte das empresas ainda nessa área, devido ao público achar essa profissão muito masculina’’ afirma Manfrin.

Já a Anna Carolina Buzzo acredita que mesmo com o crescimento ainda existe o desafio de enfrentar um mercado que é 70% masculino, “Sofremos preconceito desde o início da faculdade onde a maioria dos colegas é homem.” Hoje trabalhando há 8 anos na aérea está acostumada com o público e acredita que cada vez mais mulheres irão optar pela aérea. ‘’O mundo está tão tecnológico e as mulheres devem cada vez mais fazer parte dele.”

Na UNICAMP só 10,7% dos aprovados em vestibular eram mulheres; Na UFMG apenas 11%; Na UFRJ 11,8%; Na UFPE 15,9%

Ainda podemos ter esperança em 1974 a participação das mulheres no mercado de tecnologia era de 70%.

Distribuição por idade de profissionais de Informática.

22 anos: 17%

23 a 28 anos: 40%

29 a 34 anos: 28%

35 a 40 anos: 10%

Acima de 40 anos: 5%

*Dados de 2010.


> Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação
> Fundada em 13 de Outubro de 2011
> E-mail: comunidadebsi@gmail.com
> Cel: +55 92 99329-7545
> Local: Manaus, Amazonas, Brasil.

> Cláudio Florenzano, Diretor Executivo.
> E-mail: c.luciano20@gmail.com
> Facebook: