Concursos de TI

[Concursos%20de%20TI][bleft]

APOSTILAS

[Download][bsummary]

DICAS

[Dicas%20TI][twocolumns]

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

[Ciência%20e%20Tecnologia][twocolumns]

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

[Segurança%20da%20Informação][bleft]

Executiva da Amazon dá dicas para mulheres que querem trabalhar com tecnologia.

Executiva da Amazon dá dicas para mulheres que querem trabalhar com tecnologia.
Executiva da Amazon dá dicas para mulheres que querem trabalhar com tecnologia.
A tecnologia é uma das áreas onde, ainda hoje, há uma grande diferença o número de profissionais homens e mulheres. Algumas empresas têm instituído políticas de inclusão, com o objetivo de tornar a presença feminina algo comum no setor. E, de acordo com a vice-presidente global de setor público da Amazon Web Services, Teresa Carlson, reconhecida como uma das pessoas mais importantes da comunicação em nuvem, é preciso que as mulheres deem os primeiros passos para conquistar espaço.

"As mulheres precisam entender que carreiras na tecnologia ajudam-nas a ser indíviduos independentes. Podem ganhar muito dinheiro, ter ótimas escolhas. Cabe a elas, como um ponto de partida, tomar uma posição e dizer: vamos parar de reclamar e fazer algo a respeito", afirma a executiva.

Em entrevista à BBC Brasil, Carlson sugeriu uma série de mudanças na sociedade para que haja mais mulheres na tecnologia. "Somos as usuárias primárias da tecnologia, compramos as coisas, somos responsáveis por fazer as coisas no ambiente doméstico. Mas por que não podemos ser aqueles que desenvolvem a tecnologia? Não é por que não conseguimos fazer e eles conseguem. É porque não fomos encorajadas desde cedo a nos empolgar com tecnologia, porque em muitas culturas essa possibilidade é ainda desconhecida".

Educação

Para a vice-presidente, é preciso investir no acesso ao conhecimento. "Eu não tinha noção do que programação era quando estava na escola. Meus pais eram professores, superprogressistas, mas não tínhamos acesso. Hoje, se colocarmos a tecnologia em contato com as meninas e começarmos a falar 'nós vamos mostrar a vocês como fazer isso'... é como tocar um instrumento. Se começarmos agora, não há motivo pelo qual não podemos mudar", explica.

Para as jovens que desejam ingressar no mercado, Carlson dá algumas dicas: além de estudar ciências e matemática, há ferramentas como o Code.org e a Girlswhocode.com que ensinam a programar. A executiva também aconselha as jovens a usarem o que aprendem para solucionar problemas.

"Como uma jovem, pergunte-se: o que quero resolver? E aí use a tecnologia para fazer isso. Não começa com a tecnologia em si, mas com o motivo para usá-la. Elas também precisam entender que carreiras em tecnologia ajudam-nas a ser indíviduos independentes. Elas podem ganhar muito dinheiro, ter ótimas escolhas e vários tipos de carreira. Essa seria outra dica: explore carreiras fora do que você normalmente pensaria".

AUTOR: CLÁUDIO FLORENZANO, Gestor de TI e Especialista em Cibersegurança. Fundador da Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação | E-mail: c.luciano20@gmail.com

▽ SIGA-ME EM MEU FACEBOOK ▽





Comente com o Facebook: