Concursos de TI

[Concursos%20de%20TI][bleft]

APOSTILAS

[Download][bsummary]

DICAS

[Dicas%20TI][twocolumns]

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

[Ciência%20e%20Tecnologia][twocolumns]

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

[Segurança%20da%20Informação][bleft]

NASA lança software que ajuda pessoas leigas e astrônomos amadores a identificar asteroides.

 A NASA decidiu lançar um software que ajuda pessoas leigas e astrônomos amadores a identificar asteroides.

O software que foi criado pela NASA para auxiliar pessoas leigas e astrônomos amadores a identificar asteroides foi batizado de Asteroid Data Hunter (ADH), e assim como seu nome sugere, pretende ajudar na caça de asteroides no mundo todo.

De funcionamento simples, o ADH compara diversas fotos que foram tiradas de uma mesma parte do céu, para depois identificar asteroides com base em pontos que mudam de posição durante a análise destas diferentes imagens.

Asteroid Data Hunter foi feito para pessoas leigas identificar asteroides.
Com isto, é possível que pessoas comuns consigam identificar asteroides que nunca tinham sido catalogados anteriormente com a ajuda importante da ferramenta criada pela NASA.

Com isto, a Agência Espacial dos Estados Unidos passa a ampliar o seu exército de pessoas que estão de olho nos céus, conseguindo fazer com que elas se tornem parte de algo grande, e ao mesmo tempo, conseguindo que mais informações sejam adquiridas de modo simples, com base nos esforços de pessoas comuns.

Disponível para download gratuito, o ADH é compatível com desktops e laptops e consegue analisar fotos feitas por astrônomos amadores. O software é fruto de uma parceria da NASA com a empresa americana Planetary Resources.

A ideia é que asteroides descobertos com a ajuda do ADH sejam catalogados pelo Minor Planet Center, órgão ligado à universidade de Harvard.

A expectativa dos cientistas é que o número de asteroides identificados por astrônomos amadores aumente com a nova ferramenta.

"Este aumento no conhecimento vai ajudar a avaliar de forma mais rápida quais asteroides são potenciais ameaças", afirmou o presidente da Planetary Resources Chris Lewicki em nota divulgada no site da NASA.


AUTOR: CLÁUDIO FLORENZANO: É graduado em Gestão da TI e Pós-graduando em Segurança da Informação. Fundador e CEO da Comunidade Brasileira de Sistemas de Informação. Clique no botão "acompanhar" e siga-me no Facebook:
| Twitter: @claudioluciano | E-mail: c.luciano20@gmail.com

Compartilhe:

Comente com o Facebook: